adorai

Números 1

O Senhor falou a Moisés na Tenda do Encontro, no deserto do Sinai, no primeiro dia do segundo mês do segundo ano, depois que os israelitas saíram do Egito. Ele disse:

"Façam um recenseamento de toda a comunidade de Israel, pelos seus clãs e famílias, alistando todos os homens, um a um, pelo nome.

Você e Arão contarão todos os homens que possam servir no exército, de vinte anos para cima, organizados segundo as suas divisões.

Um homem de cada tribo, o chefe dos grupos de famílias, deverá ajudá-los.

Estes são os nomes dos homens que os ajudarão: de Rúben, Elizur, filho de Sedeur;

de Simeão, Selumiel, filho de Zurisadai;

de Judá, Naassom, filho de Aminadabe;

de Issacar, Natanael, filho de Zuar;

de Zebulom, Eliabe, filho de Helom;

dos filhos de José: de Efraim, Elisama, filho de Amiúde; de Manassés, Gamaliel, filho de Pedazur;

de Benjamim, Abidã, filho de Gideoni;

de Dã, Aieser, filho de Amisadai;

de Aser, Pagiel, filho de Ocrã;

de Gade, Eliasafe, filho de Deuel;

de Naftali, Aira, filho de Enã".

Foram esses os escolhidos dentre a comunidade, líderes das tribos dos seus antepassados, chefes dos clãs de Israel.

Moisés e Arão reuniram os homens nomeados

e convocaram toda a comunidade no primeiro dia do segundo mês. Os homens de vinte anos para cima inscreveram-se conforme os seus clãs e as suas famílias, um a um, pelo nome,

conforme o Senhor tinha ordenado a Moisés. E assim ele os contou no deserto do Sinai, na seguinte ordem:

Dos descendentes de Rúben, o filho mais velho de Israel: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os registros de seus clãs e famílias.

O número dos da tribo de Rúben foi 46. 500.

Dos descendentes de Simeão: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Simeão foi 59. 300.

Dos descendentes de Gade: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Gade foi 45. 650.

Dos descendentes de Judá: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Judá foi 74. 600.

Dos descendentes de Issacar: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Issacar foi 54. 400.

Dos descendentes de Zebulom: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Zebulom foi 57. 400.

Dos filhos de José: Dos descendentes de Efraim: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Efraim foi 40. 500.

Dos descendentes de Manassés: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Manassés foi 32. 200.

Dos descendentes de Benjamim: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Benjamim foi 35. 400.

Dos descendentes de Dã: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Dã foi 62. 700.

Dos descendentes de Aser: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Aser foi 41. 500.

Dos descendentes de Naftali: Todos os homens de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram relacionados, cada um pelo seu nome, de acordo com os seus registros de clãs e famílias.

O número dos da tribo de Naftali foi 53. 400.

Esses foram os homens contados por Moisés e por Arão e pelos doze líderes de Israel, cada um representando a sua família.

Todos os israelitas de vinte anos para cima que podiam servir no exército foram contados de acordo com as suas famílias.

O total foi 603. 550 homens.

As famílias da tribo de Levi, porém, não foram contadas juntamente com as outras,

pois o Senhor tinha dito a Moisés:

"Não faça o recenseamento da tribo de Levi nem a relacione entre os demais israelitas.

Em vez disso, designe os levitas como responsáveis pelo tabernáculo que guarda as tábuas da aliança, por todos os seus utensílios e por tudo o que pertence a ele. Eles transportarão o tabernáculo e todos os seus utensílios; cuidarão dele e acamparão ao seu redor.

Sempre que o tabernáculo tiver que ser removido, os levitas o desmontarão e, sempre que tiver que ser armado, os levitas o farão. Qualquer pessoa não autorizada que se aproximar do tabernáculo terá que ser executada.

Os israelitas armarão as suas tendas organizadas segundo as suas divisões, cada um em seu próprio acampamento e junto à sua bandeira.

Os levitas, porém, armarão as suas tendas ao redor do tabernáculo que guarda as tábuas da aliança, para que a ira divina não caia sobre a comunidade de Israel. Os levitas terão a responsabilidade de cuidar do tabernáculo que guarda as tábuas da aliança".

Os israelitas fizeram tudo exatamente como o Senhor tinha ordenado a Moisés.

<>